Você é o visitante de nº:

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

VOTO DISTRITÃO, UMA NOVA FORMA DE VOTAR!


Atualmente funciona o sistema "PROPORCIONAL", ou seja, que leva em conta na divisão das cadeiras toda a votação dada nos candidatos do partido ou da coligação, além do voto na legenda, por exemplo:

Águas Lindas - GO tem 19 cadeiras para vereadores. O Quociente eleitoral, que definirá a distribuição das cadeiras, é calculado dividindo o total de votos válidos pelo número de vagas (88.002 / 19 = 4.631), ou seja, 88.002 votos válidos divididos por 19 cadeiras que dá quociente eleitoral de 4.631 votos.

Se um partido ou coligação atingiu cinco vezes esse valor (4.631 votos), ele terá cinco cadeiras, que será distribuídas aos cincos vereadores do mesmo partido ou coligação mais votados. Os partidos ou coligações mais votados também ganham mais cadeiras, na contabilidade das sobras. Por isso que muitas vezes um vereador que recebeu 500 é eleito e outro que recebeu 1.000 não é.

Com a nova proposta aprovada ontem na comissão de reforma política, o "DISTRITÃO", valerá para as eleições de 2018 e 2020 e vigorará da seguinte forma:

Cada Estado ou Município será um distrito, respectivamente. Os candidatos "MAIS VOTADOS" serão "AUTOMATICAMENTE" eleitos, ou seja, o candidato é eleito apenas pelos votos que recebeu. Dessa forma, acabará com o arrastão eleitoral que acontece com aqueles candidatos oportunistas que acabam sendo eleitos com o voto dos candidatos mais votados.

Portanto, será "CADA UM POR SI" o que é o mais coreto, ou, "QUEM COMPRA MAIS", tire suas próprias conclusões.

Willian IDELFONSO.